O sonho de Deus é maior...

Meus queridos, gostaria de compartilhar com vccs minhas últimas novidades. Bem, nos últimos meses, estava com problemas sérios, com descontroles financeiros, de forma que toda a preocupação de manter meu nome limpo se transformou em uma significcativa depressão. É claro que nunca notamos tal momento e em muitas vezes, quem está ao nosso redor é quem vê que alguma coisa não anda bem com vc.
No meu caso, foi a doutora Maria Lúcia, médica da Dow. Devido a uns comportamentos um tanto diferentes do comum que eu tinha na empresa, a fez me procurar e me aconselhar a buscar ajuda psicológica. Na Dow, é oferecido um serviço de orientação psicológica, financeira, jurídica e social e tudo de grátis e lá foi eu buscar auxílio psicológico, para o qual tive direito a 6 sessões gratuitas, as quais foram fantásticas para eu colocar as coisas no lugar, aprendendo a me respeitar e a me valorizar como pessoa, dotada de talentos, qualidades e também defeitos, aprendendo a me amar como sou, bem como a mudar o que é necessário. O engraçado foi que as suas sessões me fizeram refletir sobre o meu comportamento para com Deus, uma vez que ele sempre me dizia coisas que eu esperava das pessoas, mas era o mesmo que eu estava fazendo com Deus.
Bem, com isso, fui me acalmando, mas ainda tinham as minhas dívidas, que não são poucas. Bem, algumas não têm jeito e vou ter de continuar pagando como o tenho feito até aqui.
Aí procurei novamente o programa EAP, da Dow, e pedi um aconselhamento financeiro e com isso, percebi que, para pagar as minhas dívidas e ainda conseguir guardar um dinheiro, precisaria fazer alguns cortes na minha despesa. E foi aí que entrou a Fernanda, uma amiga pára muito querida, que entrou em contato com uma amiga, Marina, que pegou um telefones pra que eu ligasse. Bem, no primeiro contato, me interessei pelo lugar, uma república de meninas que estudam no UNASP Campus I. Despesa: R$300, metade do que gasto atualmente. Ainda consegui um caminhão baú para fazer a minha mudança e terei busão pertinho. Só o tempo pra vir pro serviço que será alterado, mas isso a gente acostuma e se "adapita"...rs
A dívida no banco eu consegui renegociar e vou pagar metade do que pagaria agora, podendo assim, pagar mais de uma parcela e acabar logo com a dívida, bem como ainda ter dinheiro em caixa, o que é fantástico..
Queridos, a cada dia percebo que Deus sempre soube, sabe e saberá o que é melhor para nós. As maneiras em que ele trabalha são significativamente diferentes das nossas e nunca conseguiremos compreender quando as coisas não ocorrem quando e como queremos. Entretanto, quando vemos lá na frente, vemos o quante Deus nos ama e se pudéssmos olhar lá na frente, faríamos da mesma forma e no momento exato.
Tem uma música que diz o seguinte:
“Por maior que seja o seu sonho, o sonho de Deus é maior. Ele sabe o que você pede, mas o que Ele quer dar é melhor. Você hoje não pode entender, pois só pede o que cabe em suas mãos. Infinitos são os sonhos de Deus pra você”. Clique aqui para ver a música completa.

Tenha um ótimo dia!!!

Dia 11 de outubro - DIA DO DEFICIENTE FÍSICO

Deficiente
"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.
"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.
"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria. E só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.
"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.
"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde portrás da máscara da hipocrisia.
"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.
"Diabético" é quem não consegue ser doce.
"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.
E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois "Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus.
"A amizade é um amor que nunca morre."

VIVA NÓIS

Notícias sobre o findi em São José dos Campos

Bom dia, queridos,

Decidi compartilhar com vcs o que aconteceu neste último findi, quando fui a São José dos Campos. Bem, na semana passada, eu estava super preocupada quanto ao programa, pois duas semanas antes, convidei um amigo para tocar pra mim durante todo o programa. Iríamos no sábado de manhã com o seu carro. Montei um repertório diferente, para o qual eu não teria a maioria dos playbacks.
Até a semana anterior, minto, até a quarta, três dias antes do evento, precisamente às 19h40 estava tudo certinho para o grande momento na IASD Central de SJC. No horário citado acima, o Isaías me ligou, dizendo que não poderia ir comigo, pois surgira muito trabalho no estúdio, além de que o carro dele tinha quebrado.
Estou começando a me preparar psicologicamente para pelo menos dois problemões semanais, confesso que na hora, lágrimas rolaram, pois achei que tudo tinha ido pro saco. Mais do que depressa, entrei em contato com a diretora JA, Cristina, a fim de comunicar o ocorrido e tentar resolver o problema de alguma forma.
Entrei em contato com a empresa de taxi adaptado, pois pensei que pudesse ir no sábado de manhã, ser buscada e deixada na porta. Mas ficaria em 250 doloridos reais e mesmo sendo pago pela igreja, mas para uma criança pobre, precisando de grana, doeria até em mim.
Com isso, liguei pra Cassia, minha bamiga, perguntando a ela se ela iria comigo na sexta. Ela disse que sim e liguei pra Cris de novo, informando-a da minha decião. Saí da Dow por volta de 14h e faltava o dinheiro do bus pra SJC. Mas peguei do Senhor emprestado... Consegui passaggem só para às 19h45 e com o trânsito liiiindo em São Paulo, a previsao de chegar 21h15 foi pro brejo e baixamos lá mais de 22h.
A Cris esperou pela gente e nos levou à casa da Cidalina, que conheço desde criança, para podermos dormir. Acordamos 6 e meia da madruga, pois o primeiro culto começa 8h. Cantei no 1º culto, na escola sabatina e depois no 2º culto e fui na casa da assim chamada Tia Cida pelos desbravadores dali.
O programa JA foi o melhor de todos os que fiz até aqui. Foi mais resumido, mais divertido, enfim, bem mais espiritual também. A igreja deu o dinheiro da ida e da vinda para reembolso, vendi todos os 9 CD's que eu tinha disponíveis.
Ao final do programa, me pediram pra ir no domingo a uma clínica de reabilitação de dependentes químicos e topamos. Foi uma bênção. Certamente, se eu tivesse ido com o Isaías, nunca poderia ter a experiência adquirida ali na clínica, ao ver a esperança daqueles dependentes em se livrar do vício, uma esperança fundamentada em Jesus.
Fiquei super comovida com o fim de semana e, ainda que cansativo, pois dormimos menos do que o corpo pedia, além de que levei a cadeira motorizada, que teve de ser desmontada umas "trocentas" vezes, detonando a coluna da Cassia, tadinha.
Mesmo todos os desafios foram compensados e mais uma vez o nome de Jesus foi honrado!