Voltei!

Nossa, nem acredito que passei tanto tempo longe do blog e, consequentemente, de vocês.
Bom, muitas coisas ocorreram desde a minha última postagem. Ainda estou me recuperando das fraturas e ainda não consegui dobrar as pernas totalmente. Temo não conseguir mais a flexibilidade que eu tinha antes.
No fim de setembro, eu ganhei uma semana no Cevisa, uma espécie de spa, um lugar para a reeducação da saúde. No fim da semana, ganhei mais uma e consegui eliminar as dores que sentia, fazendo hidroginástica.
Lá, me convidaram pra trabalhar com eles, mas até hoje não desenrolaram para que eu comece. Eu não queria aceitar, pois o salário é muito pouco e eu preciso pagar as dívidas acumuladas com o desemprego, mas resolvi dizer SIM por conta do tratamento de hidro e fisio que eu poderia ter, a fim de me recuperar. Era para eu ter começado no último dia 01, mas nada até agora.
Domingo eu presto concurso para Engenheiro Coelho. Quem diria eu, que queria ficar em São Paulo e voltar pra cá apenas para visitar meus pais, estou não só de volta, mesmo que em função do incidente, como estou arrumando trabalho por aqui.
Mas enquanto nenhuma das portas são abertas, tenho vendido TRUFAS! Comecei no dia de finados e peguei 150 trufas de duas vizinhas e fui vender com o Rani, um amigo, no Cemitério de Cosmópolis. Eu consegui vender pelo menos 90 trufas naquele dia, mas rachei toda a venda com o meu amigo. Depois disso, passei a pegar trufas diariamente para vender, na faixa de 50 por dia.
Minha mãe, vendo que eu vendia até bem, decidiu fazer trufas, a fim de conseguir um extra. Ela se apaixonou pelo trabalho e agora é quase meia-noite e ela está na cozinha fazendo trufas.
Tenho vendido bem, graças a Deus. Mas preciso conseguir uma grana até o dia 28 para pagar o banco e espero conseguir com as trufas.
Ah, outra novidade: terminei de escrever o livro. Volta e meia estou revisando-o, a fim de o deixar melhor possível, mas já entrei em contato com algumas editoras, ainda que meu sonho é publicá-lo pela Casa Publicadora Brasileira, a editora da Igreja Adventista. Não é exclusivismo, por eu ser adventista, mas é que, pelo fato de a Casa estar em praticamente todo o pais, a divulgação é maior e com isto, conseguirei mais meios de as igrejas de todo o Brasil entrarem em contato comigo para eu fazer aqueles programas de testemunho e músicas.
Ano que vem tem um DVD chegando também. Consegui convencer um grupo de formandas de Jornalismo, as quais precisam fazer um documentário como Trabalho de Conclusão de Curso e farão sobre a minha vida. 
Como podem ver, há muitos planos para 2012 e muitas coisas ocorreram comigo. Sinto apenas pelo fato de ainda estar sozinha, mas sei que Papai do Céu está preparando a pessoa certa para mim.
É muito bom estar de volta e pretendo escrever mais, a fim de não ficar muito na ociosidade.
Bjs e ficam com Deus