Atualizando

Bom, pensando se poderia ou não falar das conquistas que tenho tido em minha vida, pensei: por que não? Não passei por cima de ninguém pra conquistá-las, tudo o que ganhei foi com persistência, luta e paciência...
Mas vamos lá.
Deus, no ano passado, me deu três presentes: A cirurgia bariátrica, uma casa e um amor.
Pra uma pessoa com deficiência, mesmo superando muitas dificuldades, sempre temos aquela pontinha de baixa autoestima, o que nos faz muitas vezes pensar que somos incapazes de termos uma vida normal como todos ao redor; falo de trabalhar, ser independente, passear, namorar, enfim, viver.
Aí você pode dizer: ah, mas você é gente como todo mundo. Disso eu sei. O problema é que as pessoas tendem a nos ver como guerreiros, pessoas que as surpreendem por suas habilidades que talvez elas não viram em pessoas sem deficiência ao seu redor...
Mas pra mim, por exemplo, mesmo não devendo, é uma busca diária por provar pra mim e pras pessoas à minha volta que sou como qualquer outra.
Ser vista por um homem como uma mulher que apenas não anda não é algo comum e simples. Durante minha vida tive várias experiências traumáticas de relacionamentos, onde fui vendo a falta de vergonha na cara de muitos homens, os quais se aproveitaram de minha carência e de minha entrega ao relacionamento (não que eu não faça isso hoje), os quais viam em mim a oportunidade de se darem bem por meio de minha deficiência. Um mesmo, quis financiar no meu nome um carro, outro uma moto; mas minha desculpa, que não era mentira, sempre foi o sonho de comprar uma casa e como isso iria atrapalhar, caso eu conseguisse uma oportunidade de comprar uma casa.
Hoje encontrei uma pessoa muito especial, que me enxerga como qualquer outra mulher. Nosso relacionamento é tão gostoso, que não é só assunto de namorados que ocorre entre a gente, mas conseguimos conversar sobre tudo. Somos noivos, namorados, amigos. Vamos nos casar em dezembro.
E falando da sonhada casa, saiu no mesmo dia que soube que faria a cirurgia bariátrica. Que conquista! Jamais esperava que daria certo, porque aos olhos humanos, era impossível. E desde fevereiro de 2017 tenho pagado a entrada e as taxas de construção e espero que até julho eu pegue as chaves daquela que será o meu lar
Quanto à bariátrica, foi em 14 de fevereiro de 2017. A última pesagem antes da cirurgia informou 92,6kg e minha ultima pesagem mês passado, 64,1. Passei por muitos perrengues na minha recuperação, mas não me arrependo de haver feito, porque mudou a minha vida.
A cada dia tenho visto Deus cuidando de mim.
Quanto a cantar, não parei. Tenho cantado muito e amo poder louvar a Deus.
E a vida segue...

Deus continua cuidando

Nossa, quanto tempo sem deixar notícias, sem escrever sequer uma linha, um oi.
Peço perdão aos leitores, uma vez que com tantas coisas acontecendo em minha vida, o tempo para me dedicar ao blog ficou mais e mais escasso.
Mas atualizando um pouco, Deus tem me abençoado muito, me dando conquistas que jamais pensei que conseguiria. Mas tudo a seu tempo... é o que tenho aprendido, porque Deus sempre trabalha no Seu tempo e faz maravilhas, como meu casamento, que ocorrerá em breve.
Espero conseguir manter este blog sempre atualizado, além de contar as bênçãos que Deus tem me concedido.
No mais, desejo que Deus abençoe ricamente sua vida.

Voltando...

Olá meus queridos.
Achei que não voltaria mais, pois um amigo meu mudou o layout da minha página. Mas tenho sentido o desejo de escrever, atualizar meu leitor das bênçãos que alcancei nesse longo período longe.
Bom, resumindo um pouco do que aconteceu nesses seis anos sem escrever, em 2012, encontrei um concurso para Agente Administrativo da Prefeitura de São José do Rio Preto. Quem diria que eu me interessaria por voltar a minha terra!? As inscrições estavam pra se encerrarem e consegui efetuar minha inscrição e pagar o boleto correspondente. Acessei o edital do concurso e fui pesquisando e colhendo material para estudo dos conhecimentos específicos. Imprimi uma apostila e passei a ler e tentar memorizar. Em outubro, foi a prova e um amigo, Marião, vereador de Engenheiro Coelho, me trouxe a Rio Preto pra prestar o concurso.
Fui acompanhando os ofícios publicados e vi que eu tinha sido aprovada, porém com medo de não ser convocada, uma vez que, na classificação geral, eu estava em uma colocação não muito privilegiada. Entretanto, por ser deficiente e ter dado tempo de enviar meu laudo, as chances seriam maiores. Esperei 10 meses e nada de ser chamada. Até que num domingo, precisamente no dia 25 de agosto, meu aniversário, fui conferir o Diário Oficial e vi que tinha sido convocada. Que presente!
Teria então uma lista de documentos para reunir e entregar, a fim de tomar posse do cargo e no dia 23 de setembro, foi minha posse.
Ano passado já terminou meu estágio probatório e fui efetivada na Prefeitura.

Não encontrei ainda meu príncipe encantado, nem meu sapo, mas ainda não desisti...

Este ano (2017), fui agraciada de duas bênçãos: Pelo fato de eu estar muito pesada, desde 2014, eu estava num processo de preparo para a cirurgia bariátrica. Por esses três anos, eu pensei em desistir muitas vezes, mas depois de algumas situações bem constrangedoras de pessoas que não conseguiam me ajudar, por eu ser pesada, decidi ir adiante com a cirurgia e em janeiro, depois de terminar os exames pré operatórios, fui notificada que operaria em fevereiro...
Neste mesmo dia, também fui informada de que meu crédito para a compra de uma casa da EMCOP fora aprovado. Tinha tudo pra não dar certo, mas como quem decide é Deus, consegui.

No dia 14 de fevereiro, fui operada e desde então tenho aprendido a comer pouco, a conhecer meu estômago e meu corpo, bem como suas reações a alimentos e a períodos. Em minha última pesagem, constatei uma eliminação de 9,3Kg e ainda espero alcançar os pelo menos 35Kg eliminados.

Ainda não entendo o agir de Deus, mas tenho visto que sempre valeu e vale a pena confiar Nele.